quinta-feira, 21 de junho de 2012

atestado de pobreza

Perdidos, perderam-se, perdeu-se.
Indeciso entre continuar e seguir, ele seguiu em frente. Porque haviam tentações neste caminho, que mais tarde ouviu-se falar ser uma furada. Eu o conheci, razoavelmente, e eu senti que ele era o infeliz.
Mergulhou na sua própria viagem e resolveu tentar encontrar um novo caminho. Mas eu o conheci e não dou um tostão por ele. E dificilmente me engano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário